Translate

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Igreja de Brasília tem 5 novos pastores


  

Alegria, realização e gratidão foram os sentimentos que permearam a Cerimônia de Ordenação Presbiteral, realizada na manhã deste sábado, 27/06, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida.
A Celebração foi presidida pelo arcebispo dom Sergio da Rocha e concelebrada pelos bispos auxiliares, pelo clero de Brasília e de Mato Grosso do Sul e pelo arcebispo do Ordinariado Militar dom Fernando José Monteiro Guimarães.

Durante a Cerimônia, cinco diáconos receberam a Ordenação Sacerdotal. Foram eles: Cesar Adriane Vagetti; Francisco Lopes de Souza; Mateus Manuel Camuege; Rafael Souza dos Santos e Veranildo Ferreira da Silva.

Alegremente, dom Sergio rendeu graças a Deus, agradeceu aos Seminários, formadores e aos novos padres, que a partir de agora são  representantes da Igreja Católica e presença de Cristo no meio da comunidade.
Por Gislene Ribeiro

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Laudato si - Partes

CAPÍTULO I
O QUE ESTÁ A ACONTECER À NOSSA CASA

SOBERANIAS NACIONAIS - 38

Todavia, ao falar sobre estes lugares, impõe-se um delicado equilíbrio, porque não é possível ignorar também os enormes interesses econômicos internacionais que, a pretexto de cuidar deles, podem atentar contra as soberanias nacionais. Com efeito, há «propostas de internacionalização da Amazônia que só servem aos interesses econômicos das corporações internacionais.

CONTRA A POLÍTICA DE REDUÇÃO POPULACIONAL / "SAÚDE REPRODUTIVA" - 50

Em vez de resolver os problemas dos pobres e pensar num mundo diferente, alguns limitam-se a propor uma redução da natalidade. Não faltam pressões internacionais sobre os países em vias de desenvolvimento, que condicionam as ajudas econômicas a determinadas políticas de «saúde reprodutiva ». Mas, «se é verdade que a desigual distribuição da população e dos recursos disponíveis cria obstáculos ao desenvolvimento e ao uso sustentável do ambiente, deve-se reconhecer que o crescimento demográfico é plenamente compatível com um desenvolvimento integral e solidário». Culpar o incremento demográfico em vez do consumismo exacerbado e seletivo de alguns é uma forma de não enfrentar os problemas. Pretende-se, assim, legitimar o modelo distributivo atual, no qual uma minoria se julga com o direito de consumir numa proporção que seria impossível generalizar, porque o planeta não poderia sequer conter os resíduos de tal consumo.

CONTRA A IDEOLOGIA DO GÊNERO - 155

A ecologia humana implica também algo de muito profundo que é indispensável para se poder criar um ambiente mais dignificante: a relação necessária da vida do ser humano com a lei moral inscrita na sua própria natureza. Bento XVI dizia que existe uma « ecologia do homem», porque «também o homem possui uma natureza, que deve respeitar e não pode manipular como lhe apetece ». Nesta linha, é preciso reconhecer que o nosso corpo nos põe em relação direta com o meio ambiente e com os outros seres vivos. A aceitação do próprio corpo como dom de Deus é necessária para acolher e aceitar o mundo inteiro como dom do Pai e casa comum; pelo contrário, uma lógica de domínio sobre o próprio corpo transforma-se numa lógica, por vezes subtil, de domínio sobre a criação. Aprender a aceitar o próprio corpo, a cuidar dele e a respeitar os seus significados é essencial para uma verdadeira ecologia humana. Também é necessário ter apreço pelo próprio corpo na sua feminilidade ou masculinidade, para se poder reconhecer a si mesmo no encontro com o outro que é diferente. Assim, é possível aceitar com alegria o dom específico do outro ou da outra, obra de Deus criador, e enriquecer-se mutuamente. Portanto, não é salutar um comportamento que pretenda « cancelar a diferença sexual, porque já não sabe confrontar-se com ela ».

terça-feira, 2 de junho de 2015

Bispo Brasileiro publica nota contra a Ideologia do Gênero

Dom Pedro Carlos Cipollini, administrador Diocesano da diocese brasileira de Amparo publicou nota pastoral com respeito à tentativa de inserção da chamada “ideologia de gênero” no Plano Municipal de Educação (PME), a ser votado até o final de junho, em cada um dos municípios do país.

 São Paulo, (ZENIT.org)

 Na manhã do dia 29 de Maio, o Administrador Diocesano, Dom Pedro Carlos Cipollini, esteve reunido com o Colégio de Consultores para tratar de diversos assuntos da respectiva diocese. Entre eles, o bispo apresentou um texto sobre a Ideologia de Gênero, de sua autoria, que foi aprovado por todos, para publicação como Orientação Oficial da Diocese de Amparo sobre o assunto. Publicamos a seguir a nota:

Prezados irmãos e irmãs, cristãos católicos e pessoas de boa vontade:

Em nome de Jesus, quero me dirigir a todos os que se encontram de coração aberto para acolher uma palavra do Bispo a respeito da tentativa de inserção da chamada “ideologia de gênero” no Plano Municipal de Educação (PME), a ser votado até o final de junho, em cada um dos nossos municípios.

Essa ideologia consiste, em sínteses, no seguinte: nós nascemos com um sexo biológico definido (homem ou mulher), mas, além dele, existiria o sexo psicológico ou o gênero que poderia ser construído livremente pela sociedade na qual o indivíduo está inserido.
Nesse contexto, deixaria de existir um homem e uma mulher definidos segundo a natureza para dar lugar a um ser humano sexualmente neutro, do ponto de vista psíquico. Cada um escolheria seu sexo conforme seu querer. O plano do Criador estaria subvertido pela criatura a partir de nossas escolas, repetindo o episódio bíblico da torre de Babel no qual os homens querem desafiar a Deus colocando-se no seu lugar (cf. Gn 11,1-9).

Desejo, portanto, na condição de Pastor deste rebanho a mim confiado, exortar a todos os irmãos e irmãs na fé e pessoas de boa vontade em geral para que busquem, com empenho, se informar sobre a tramitação do assunto junto aos vereadores, representantes do povo, em suas respectivas cidades. Uma vez informados, manifestem a eles, de modo respeitoso e firme, a sua posição contrária a essa perigosíssima ideologia.

Pe. Manuel Pérez Candela

Pe. Manuel Pérez Candela
Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição - Sobradinho/DF