Translate

sábado, 30 de maio de 2015

Dom Tavoni entrega reivindicações a governador

Regional Nordeste 4 O bispo de Bom Jesus do Gurgueia (PI), dom Marcos Antônio Tavoni, e integrantes do clero da diocese entregaram, na terça-feira, 26, carta com reivindicações dos municípios do sul do Piauí ao governador do estado, Wellington Dias, cobrando melhorias nos serviços públicos. O encontro, em Teresina (PI), ocorreu durante retiro realizado de 25 a 28 de maio.
Na audiência, o bispo explicou que a iniciativa é fruto das ações da Campanha da Fraternidade de 2015, que propôs o tema “Fraternidade: Igreja e sociedade” e o lema “Eu vim para servir”. “Foi realizada em cada paróquia da diocese uma enquete para saber quais são os principais problemas enfrentados pelo povo da região sul do Piauí e os que mais chamam atenção foi a falta de segurança, saúde, educação, transporte, saneamento e as drogas”, informou o bispo.
Os padres da região sul do estado, onde está localizada a diocese de Bom Jesus, também abordaram casos específicos dos municípios da diocese.
Ao final do encontro, o bispo colocou-se à disposição do Estado para colaborar, por meio das pastorais, com a melhoria das condições de vida da população da região. “Saímos esperançosos de um novo tempo”, disse dom Tavoni.
 QUINTA, 28 MAIO 2015 19:33 CNBB
Com informações e imagem do regional Nordeste 4 da CNBB

Papa Francisco pede renovação no anúncio do Evangelho

 Participantes da Plenária do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização foram recebidos em audiência pela papa Francisco na manhã desta sexta-feira, 29, no Vaticano. Em seu discurso, Francisco falou sobre a relação entre evangelização e catequese e recordou que é preciso ler os sinais dos tempos para anunciar, da melhor maneira possível, a mensagem de Cristo. Ele ressaltou que a missão é sempre idêntica e que anunciar o Evangelho requer renovação, com sabedoria pastoral.
“Isto é o que os homens esperam hoje da Igreja: que saiba caminhar com eles oferecendo a companhia do testemunho da fé, que nos torna solidários com todos, em especial com os mais sós e marginalizados. Quantos pobres aguardam o Evangelho que liberta! Quantos homens e mulheres, nas periferias existenciais geradas pela sociedade consumista, aguardam a nossa proximidade e a nossa solidariedade”, disse Francisco.
Urgência da catequese
Para o papa, “o Evangelho é o anúncio do amor de Deus que, em Jesus Cristo, nos chama a participar da sua vida". 
No contexto da nova evangelização, Francisco lembrou que a catequese é fundamental e requer coragem, criatividade e decisão para empreender caminhos às vezes ainda inexplorados.
“A catequese, como componente do processo de evangelização, precisa ir além da simples esfera escolar, para educar os fiéis, desde crianças, a encontrar Cristo, vivo e operante na sua Igreja. O desafio da nova evangelização e da catequese, portanto, se joga justamente neste aspecto fundamental: como encontrar Cristo, qual é o local mais coerente para encontrá-lo e segui-lo", acrescentou.
 SEXTA, 29 MAIO 2015 16:03 CNBB
Com informações do News va.

domingo, 17 de maio de 2015

sábado, 9 de maio de 2015

Dal Covolo: "Os jovens de hoje precisariam de um novo Dom Bosco” 1ª parte.



Roma, (ZENIT.org) Salvatore Cernuzio 

Os jovens de hoje precisariam de “um novo Dom Bosco”. Alguém que mostre que , para além da educação e da formação, existe uma real atenção para os problemas das suas vidas e sofrimentos das suas almas. Que mostre, portanto, aquela “amabilidade” sempre pregada pelo Santo. Convencido disso está Mons. Enrico dal Covolo, que entende bem de jovens, depois de cinco anos na frente da ‘Universidade do Papa’, a Pontifícia Universidade Lateranense. Salesiano proeminente, depois da Páscoa, Dal Covolo foi para Qom, no Irã, para um projeto de diálogo em vista do Jubileu e para presentear aos alunos e professores islâmicos a bagagem experiências positivas aprendidas durante os anos de formação dos salesianos. As mesmas pessoas que inicialmente "não gostavam muito dele", mas que, depois mudaram a sua visão sobre a vida e a fé. Abaixo a primeira parte da entrevista. A segunda parte será publicada na segunda-feira, 11 de maio.

ZENIT: Há 200 anos da morte de Dom Bosco, o que diz a figura desta grande Santo, especialmente aos jovens aos quais se dirigia e aos quais reservava tão grande atenção?
Mons. Dal Covolo: Em primeiro lugar eu digo sempre que seria necessário “um novo Dom Bosco” porque a situação dos jovens de hoje é tal que requer pessoas com um carisma como aquele do Santo. Realmente precisaríamos rezar mesmo para que voltasse um Dom Bosco, sem dúvida não com as características de 200 anos atrás, porque seria anacrônico. Os tempos mudaram muito, os desafios são diferentes, os jovens de hoje são muito diversos... No entanto, há um elemento que, na minha opinião, permanece perene na sua validade educativa e é a famosa amabilidade, ‘ponta de diamante’ do sistema preventivo. Aquela ideia de Dom que se o coração não está no centro do processo educativo não se faz nada. É por isso que eu sempre digo que o educador deve sempre ser um homem ou uma mulher de esperança: não é possível educar de modo técnico, sem assumir totalmente as e expectativas, os problemas dos jovens. Para mim é totalmente válido o ideal que São João Bosco propôs aos seus jovens, ou seja, o ideal do cidadão honesto e do bom cristão, que significa, basicamente, um projeto educacional de 360°.

domingo, 3 de maio de 2015

Anúncio Páscoa 2015_ III/Parque Jequitibá-Sob/DF

O Anúncio desde domingo foi feito pela Comunidade I - Paróquia da Imaculada Conceição - Sobradinho/DF. Deram testemunho a nossa irmã Wâner e o Pe. Dilsomar.

sábado, 2 de maio de 2015

Eucaristia Com. I

Visita dos Padres da Com I de Sobradinho/DF
Paróquia Imaculada Conceição-Sob/DF

Pe. Manuel Pérez Candela

Pe. Manuel Pérez Candela
Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição - Sobradinho/DF